Fida quer acção concertada contra emergência na África Oriental

5 julho 2011

Agência defende esforço colectivo e concertado para conter seca prolongada; Mais de 10 milhões de pessoas enfrentam carências alimentares.

[caption id="attachment_200269" align="alignleft" width="350" caption="10 milhões de pessoas enfrentam carências alimentares devido à seca"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

Acções colectivas e concertadas são urgentemente necessárias para evitar a emergência de uma crise de grandes proporções na África Oriental, apontou um oficial das Nações Unidas. Cerca de 10 milhões de pessoas enfrentam carências alimentares devido à seca prolongada na região.

O economista Geoffrey Livingston, gestor regional do Fundo Internacional para o Desenvolvimento da Agricultura, Fida, pediu um reforço de investimento agrícola e em produtores de pequena escala para aumentar a produção.

Preocupação

Em nota publicada em Roma, o funcionário integra o coro de vozes que manifestam a sua preocupação em torno da necessidade de alimentar milhões na África Oriental e na região do corno do continente.

A Etiópia, Quénia, Somália, Uganda e Djibuti estão entre os países afectados pela seca, agravada pelos altos preços alimentares e conduz milhares de pessoas da região à fome e malnutrição.

Planeamento

A situação torna difícil o planeamento da época por parte de pastores e pequenos agricultores devido aos solos secos e pouco produtivos como resultado da perda de nutrientes, erosão e da lixiviação. Neste momento, vários agricultores são incapazes de produzir comida suficiente para si e para as suas famílias, alerta a nota.

Para reduzir os riscos, o Fida trabalha com agricultores da África Oriental em técnicas para expandir o acesso das águas das chuvas, apoio de programas de desflorestação e melhoria da gestão da fertilidade dos solos, apontou Livinsgtone.

Segundo defende, com apoio adequado, os produtores locais podem “não apenas ser agentes de crescimento económico mas contribuintes vitais para melhorar a gestão, preservação e a crescente situação de escassez de recursos naturais no contexto das mudanças climáticas.”

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud