Unesco inclui dois sítios de Portugal no Programa Reservas da Biosfera

30 junho 2011

Arquipélago das Berlengas e Santana, na Ilha da Madeira, estão na lista de 18 itens aprovados durante conferência em Dresden, na Alemanha.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

Dois sítios naturais de Portugal integram, desde esta quinta-feira, uma lista com 18 nomes da Rede Mundial de Reservas da Biosfera, da Unesco.

O Arquipélago de Berlengas, localizado próximo da cidade de Peniche, região centro de Portugal, é atração turística e conta com grande interesse de pesquisadores e pescadores por causa dos atributos geofísicos e ecológicos da área.

Ilha da Madeira

O outro sítio, a cidade de Santana, na Ilha da Madeira, tornou-se a primeira reserva da biosfera no arquipélago. Segundo a Unesco, apesar de uma actividade turística intensa, a agricultura continua a dominar a economia das comunidades locais. A Ilha da Madeira é conhecida ainda pela riqueza da fauna e da flora.

Ao lado das reservas portuguesas, foram aceites  outros 16 sítios, incluindo  a Montanha Mao’er da China e o Corredor Biológico Nevados da Lagoa Chillán del Laja, no Chile.

As escolhas foram feitas pelo Conselho Internacional de Coordenação da Unesco, do Programa Homem e a Biosfera. A reunião do grupo decorre na cidade alemã de Dresden, até sexta-feira.

A Rede Mundial de Reservas da Biosfera passa agora a ter 580 sítios em 14 países.

*Apresentação: Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud