Condições de refugiados em Darfur chocam delegação da ONU

29 junho 2011

A alta comissária adjunta para os direitos humanos visitou um acampamento com mais de 100 mil refugiados na região sudanesa; desde o início do conflito de Darfur em 2003, cerca de 2 milhões de pessoas foram desabrigadas.

 

 

[caption id="attachment_199850" align="alignleft" width="350" caption="Kyung-wha Kang durante visita ao acampamento ZamZam em Darfur"]Daniela Gross, da Rádio ONU em Nova Iorque.*   A alta comissária adjunta para os direitos humanos, Kyung-wha Kang, disse ter ficado “chocada com as condições das pessoas” albergadas num acampamento com mais de 100 mil refugiados, no norte de Darfur. Após uma visita ao acampamento Zamzam,  Kang afirmou que “a comunidade internacional tem que retornar a atenção e suporte a região, especialmente nos acampamentos.” Segundo apontou, a ONU está a fazer o melhor que pode, mas os desafios são enormes. Direitos Humanos Segundo a representante, depois de ter visto acampamentos em vários países, Zamzam representava “uma escala completamente diferente.” Ela afirmou que um dos motivos da visita à região era a necessidade de “verificar pessoalmente a situação difícil e obseervar como os direitos humanos foram afectados.” Desabrigados Desde 2003, o conflito em Darfur já desabrigou mais de 2 milhões de pessoas e somente no ano passado, mais de 2 mil pessoas morreram na região, segundo estimativas da ONU. A alta comissária adjunta lançou ainda um apelo para que as partes envolvidas no conflito participem nos processos de negociação de paz. De acordo com a ONU, o conflito em Darfur é marcado por uma impunidade generalizada contra os civis, incluindo ataques indiscriminados, assassinatos, violência sexual e tortura. Assista ao vídeo sobre a visita oficial de Kang, produzido pela Rádio ONU com imagens da ONU. *Apresentação: Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud