Cepal busca maior aproximação com União Europeia
BR

29 junho 2011

Comissão Econômica para América Latina e Caribe detalhou plano de ação até 2012 para fortalecer relações comerciais com bloco europeu.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

Os países latino-americanos e caribenhos estão buscando fortalecer seus laços comerciais com as nações da União Europeia.

Numa reunião, nesta terça-feira, a Comissão Econômica para América Latina e Caribe, Cepal, detalhou o plano de ação “De Madri 2010 a Santiago 2012”.

Oportunidade Histórica

O plano que contou com apoio de autoridades e acadêmicos da região deve servir de base para formulação de propostas que serão apresentadas à 7ª. Cimeira Latino-Americana e Europeia, marcada para o próximo ano em Santiago do Chile.

Ao abrir o evento, a chefe da Cepal, Alicia Bárcena disse que a América Latina e a Europa estão vivendo uma oportunidade histórica de integração.

Segundo estudos recentes da Cepal, a União Europeia tem perdido espaço no comércio com países latino-americanos e caribenhos, especialmente nas últimas três décadas.

A prazo médio, a China pode substituir o espaço dos europeus nas relações de negócios com o subcontinente.

De acordo com o governo brasileiro, a China já ultrapassou os Estados Unidos, até então o maior parceiro comercial do Brasil.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud