Tribunal da ONU emite mandado de prisão contra Muammar Kadafi
BR

27 junho 2011

Além do líder líbio foram listados na ordem de prisão dois assessores, o filho de Kafadi, Saif al-Islam e o chefe do Serviço de Inteligência Abdullah al-Sanussi.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O Tribunal Penal Internacional, TPI, com sede em Haia, na Holanda, emitiu um mandado de prisão contra o líder da Líbia, Muammar Kadafi.

Ele foi indiciado pelo TPI após o anúncio do promotor-chefe do órgão, Luis Moreno Ocampo, no mês passado.

Crimes de Guerra

A investigação de Kafadi foi autorizada pelo Conselho de Segurança durante uma reunião extraordinária em fevereiro, quando o Brasil estava presidindo o órgão.

No mês passado, o Conselho de Direitos Humanos afirmou que o governo da Líbia e a oposição haviam cometido crimes de guerra.

Além de Kafadi, receberam mandados de prisão dois assessores próximos e o chefe da Inteligência da Líbia. O filho de Kadafi, Saif al-Islam também recebeu ordem de prisão.

Manifestações

Os pedidos são baseados em acusações de crimes contra a humanidade que todos os cinco teriam cometido durante a violência política, que começou em fevereiro na Líbia, após manifestações de rua pedindo a saída de Kadafi do poder.

Segundo as Nações Unidas, que recebeu relatos de organizações não-governamentais, milhares de pessoas podem ter morrido na repressão aos confrontos.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud