ONU elogia planos de Obama de redução de tropas no Afeganistão
BR

23 junho 2011

Em nota, Secretário-Geral diz que “decisão é o começo de uma transição para grandes oportunidades para governo afegão”; presidente americano disse que 10 mil soldados deverão sair ainda este ano.

[caption id="attachment_199098" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon e Obama durante a reunião do G8 deste ano."]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A ONU elogiou o anúncio do governo americano sobre a retirada de 10 mil soldados do Afeganistão ainda este ano.

Em nota, o Secretário-Geral, Ban Ki-moon, afirmou que a decisão “é o começo de uma transição a grandes oportunidades para o governo afegão e toda a liderança do país”. O anúncio da retirada das tropas americanas foi feito pelo presidente Barack Obama, em rede nacional nos Estados Unidos, nesta quarta-feira.

Segurança e Desenvolvimento

Pelos planos de redução, 10 mil soldados começarão a deixar o Afeganistão a partir do próximo mês. Outros 23 mil sairão até setembro de 2012.

Ban Ki-moon afirmou que é importante que os Estados Unidos e a comunidade internacional se mantenham comprometidos com a paz duradoura no Afeganistão tanto pela segurança como para o desenvolvimento.

O Secretário-Geral da ONU lembrou que “virar uma página após décadas de guerra será algo longo e extremamente desafiador”. Ele acredita que o caminho para a estabilização e pacificação tem que ser baseado num acordo liderado por afegãos e apoiado pela comunidade internacional.

Vida Normal

Segundo Ban, apenas um processo inclusivo pode restaurar a paz e abrir de novo o Afeganistão para as oportunidades de uma vida normal e de prosperidade.

Ele afirmou que de acordo com o mandato do Conselho de Segurança, as Nações Unidas irão continuar a dar toda a assistência necessária aos afegãos e ao governo do país.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud