Assembleia Geral decidirá esta tarde sobre reeleição de Ban Ki-moon
BR

20 junho 2011

Recomendação do nome do Secretário-Geral para um novo mandato foi feita pelo Conselho de Segurança na última sexta-feira; Ban recebeu notícia em Brasília, onde realizava uma viagem oficial.

[caption id="attachment_198772" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon pode ser reeleito nesta terça-feira."]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

Os 192 países-membros das Nações Unidas se reúnem, na tarde desta terça-feira, na sede da organização para decidir se concedem ou não um segundo mandato ao Secretário-Geral, Ban Ki-moon.

A recomendação do nome de Ban foi feita na sexta-feira pelo Conselho de Segurança, por unanimidade.

Proposta

O órgão então enviou a decisão à Assembleia Geral para votação.

O mandato do Secretário-Geral da ONU dura cinco anos. Ban assumiu o cargo em janeiro de 2007, e se for reeleito nesta terça-feira, ficará no posto até dezembro de 2016.

O embaixador da Guiné-Bissau, João Soares da Gama, falou à Rádio ONU sobre o que espera de um possível segundo mandato de Ban Ki-moon para o continente africano.

África

“Nós pensamos também que continuará a fazer a sua política em relação ao desenvolvimento. O nosso continente continua com problemas sérios no âmbito do desenvolvimento. Na parte norte da África, houve uma série de levantes e isso constitui também um desafio para a África, como se sabe”, afirmou.

Até o momento, nenhum nome de um outro candidato foi apresentado, oficialmente, às Nações Unidas.

Ban Ki-moon, ex-ministro das Relações Exteriores da Coreia do Sul, substituiu o ganês, Kofi Annan, o primeiro funcionário de carreira das Nações Unidas a galgar o maior posto da organização.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud