Brasil doa 200 toneladas de alimentos para refugiados da RD Congo

16 junho 2011

Programa Mundial da Alimentação adquiriu o lote de agricultores locais; Mais de 115 mil congoleses já deixaram o país, desde 2009.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A República Democrática do Congo recebeu, do Brasil, um donativo de 200 toneladas de milho destinadas a alimentar refugiados no norte do país.

Mais de 115 mil congoleses já deixaram as suas casas, desde 2009, devido à violência inter-étnica na província do Equador.

Brasil

A oferta foi feita, esta terça-feira, pelo embaixador Paulo Wolowski, que entregou oficialmente o lote à ministra congolesa dos Assuntos Sociais, Emilliene Raoul.

O produto foi adquirido pelo Programa Mundial da Alimentação, PMA, a agricultores da região de Bouaza, no sul do país. O objectivo é permitir que produtores locais “tenham acesso a mercados nacionais e internacionais no âmbito do combate à pobreza.”

Na ocasião, o diplomata brasileiro frisou que o apoio surge em resposta ao apelo lançado pelas autoridades congolesas. Antes, países como os EUA, Suíça, França e Reino Unido juntaram-se à União Europeia na iniciativa.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud