ONU apoia agronegócio e desenvolvimento industrial na RD Congo

15 junho 2011

Em parceria com o Japão, iniciativa deve financiar o processamento de madeira, mandioca e óleo de palma para consumo doméstico e exportação.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A República Democrática do Congo vai beneficiar de um projecto apoiado pela Organização da ONU para o Desenvolvimento Industrial, Unido, para o processar madeira, mandioca e óleo de palma para consumo doméstico e exportação.

Financiado pelo Japão,  a iniciativa “Apoio ao Programa de Reconstrução para a Recuperação dos Meios de Subsistência e Construção da Paz” deve criar postos de emprego para grupos pobres e mais vulneráveis, incluindo mulheres e jovens.

Lançamento

A assinatura do pacto, em Kinshasa, marcou o lançamento da iniciativa que assinala igualmente o regresso da Unido à RD Congo, após ter encerrado os seus escritórios nos anos 80. Pretende-se relançar um sector industrial competitivo

O conselheiro sénior da agência, Gérard Gaveau, apontou que durante os próximos cinco anos o programa de cooperação técnica, a ser implementado a nível nacional, deve realçar o papel do sector empreendedor para a criação de empregos sustentáveis e obtenção de receitas.

Recentemente, o governo japonês doou US$ 10,6 milhões à agência para apoiar programas em curso em  países africanos como a Eritreia, Quénia, Libéria, Serra Leoa, Somália e Sudão além do Afeganistão.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud