Unesco produz desenhos animados para prevenir cólera no Haiti
BR

15 junho 2011

São seis filmes com menos de dois minutos cada; produção é feita em parceria com Ministério da Saúde Pública e da População do país.

[caption id="attachment_198119" align="alignleft" width="350" caption="Trecho de um dos vídeos da Unesco"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

A Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura, Unesco, juntou-se ao governo do Haiti para produzir desenhos animados sobre cólera para crianças e jovens do país.

O objetivo é ajudar a prevenir a doença que já matou cerca de 5 mil pessoas desde o início do surto no ano passado.

Escolas

Cada filme tem cerca de dois minutos. Os seis desenhos animados foram criados em parceria com o Ministério da Saúde Pública e da População.

Os desenhos usam a figura do Ti-Joel, personagem famoso em histórias em quadrinhos no Haiti. Ele usa métodos educativos e visuais para ensinar as crianças a se prevenirem do cólera em casa e nas escolas.

Crianças e jovens são vítimas frequentes da doença, que já fez mais de 290 mil casos na ilha caribenha.

Os filmes produzidos pela Unesco estão sendo exibidos na TV estatal haitiana e emissoras privadas. O cólera está se alastrando principalmente no oeste do Haiti.

Remessas de Dinheiro

Em nota separada, a Unesco elogiou a decisão do novo presidente Michel Martelly de criar um fundo equivalente a mais de R$ 570 milhões para levar crianças carentes à escola. A verba é gerado por deduções sobre ligações internacionais e remessas de dinheiro.

Muitos haitianos vivem fora do país, grande parte nos Estados Unidos, e mandam dinheiro para casa.

O fundo deve beneficiar cerca de 1,9 milhão de crianças.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud