ONU quer cessação do uso da força contra manifestantes na Síria

13 junho 2011

De acordo com a coordenadora da organização para os Assuntos Humanitários,  violência já causou pelo menos 1,2 mil mortos e 10 mil deslocados.

[caption id="attachment_197860" align="alignleft" width="350" caption="Valerie Amos"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Coordenadora da ONU para os Assuntos Humanitários, Valerie Amos, pediu, esta segunda-feira, ao governo sírio que evite o uso da força contra manifestantes pacíficos.

Em comunicado, Valerie Amos, expressou preocupação com a violência ocorrida nos últimos meses, que teria causado pelo menos 1,2 mil mortos e 10 mil deslocados.

Fronteiras

De acordo com agências noticiosas, milhares de sírios estão concentrados na fronteira com a Turquia, a norte. Segundo as informações das agências, as populações estariam a preparar a sua travessia quando forças do exército avançam para a área após ter a captura da vila de Jisr al-Shughour.

Amos pede ao governo sírio que respeite e proteja os civis, e sublinha a importância de investigar os acontecimentos por forma a prestar auxílio em caso de necessidade.

A coordenadora manifestou esperanças de que o governo autorize uma avaliação independente e elogiou os países vizinhos por manterem as suas fronteiras abertas e prestado assistência aos desabrigados.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud