ONU preocupada com segurança em Kordofan do Sul

9 junho 2011

Confrontos entre forças do Exército de Libertação do Senhor, Spla, e milícias rebeldes desalojaram cerca de 10 mil pessoas.

[caption id="attachment_197389" align="alignleft" width="350" caption="Polícia do Sudão do Sul"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Coordenador Humanitário da ONU no Sudão,  George Charpentier , manifestou a sua preocupação com a deterioração da segurança no estado de Kordofan do Sul, que impede o auxílio aos civis afectados pela violência.

A eclosão de confrontos na capital Kadugli, e em várias aldeias rurais, desalojou cerca de 7 mil pessoas, que procuraram abrigo próximo da base da Missão da ONU no Sudão,Unmis. Combates entre as forças do Exército Popular de  Libertação do Sudão, Spla, e rebeldes desalojaram cerca de 10 mil pessoas.

Hostilidades

Charpentier pediu a cessação imediata das hostilidades e lançou um apelo às partes para que  permitam a distribuição da ajuda de emergência à população afectada.

O anúncio do coordenador segue-se ao apelo do Conselho de Segurança para o exercício da contenção e opção pelo diálogo para a resolução das disputas.

A recente onda de violência em Kordofan do Sul, e na região sudanesa de Abyei, ocorre dias antes do Sul do Sudão declarar oficialmente a separação do norte, conforme o resultado do referendo de Janeiro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud