Ação Brasil-EUA na OMC sobre suco de laranja em nova fase ainda este mês
BR

7 junho 2011

Contencioso foi movido pelo Brasil, que protesta medidas de antidumping na importação do produto pelos EUA; embaixador brasileiro em Genebra, Roberto Azevêdo, disse à Rádio ONU que espera ‘cumprimento das regras internacionais’.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O governo dos Estados Unidos deve decidir, até meados deste mês, o próximo passo na disputa que trava com o Brasil na Organização Mundial do Comércio sobre o suco de laranja.

Em março, a agência da ONU deu parecer favorável à queixa brasileira sobre medidas antidumping, por parte do governo americano, na importação do produto.

Expectativa

A informação a respeito do novo passo na disputa, foi dada à Rádio ONU pelo embaixador do Brasil na OMC, em Genebra, Roberto Azevêdo. Segundo ele, não é a primeira vez que a agência recebe este tipo de ação sobre as práticas americanas.

“Não foi o único. Já é o nono país a questionar medidas de antidumping americanas pelo fato de eles utilizarem o que chamamos de “zeramento” no cálculo da margem de dumping. Nós estamos na expectativa de que isso venha a se reverter. Nós estamos ainda na fase pré-apelação portanto os Estados Unidos podem apelar para o resultado do painel. Nós estamos na expectativa que os Estados Unidos deem cumprimento a essas decisões da OMC sem que tenhamos que passar pelo procedimento de apelação”, afirmou.

Regras

De acordo com a OMC, a decisão de apelar tem de ser tomada até 17 de junho.

Segundo agências de notícias, os Estados Unidos teriam imposto as regras à importação do suco brasileiro para combater o que eles considerariam um preço “artificialmente barato demais”.

Entre os outros países que encaminharam contenciosos à OMC por causa do mesmo tema estão Canadá, Tailândia, e México, além da União Europeia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud