OIM anuncia projecto para criar 10 mil empregos no Egipto

6 junho 2011

Abordagem socioeconómica, de género e na comunidade deve dar origem a  500 novos empreendimentos; governos do Canadá e Egipto vão contribuir para a iniciativa.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU, em Nova Iorque

Um projecto de criação de empregos no Egipto prevê apoiar a instalação de 500 novos empreendimentos e estabelecer 10 mil postos de trabalho.

Com a iniciativa, “Empregos decentes para Jovens Egípcios : Atacando juntos às Mudanças Climáticas”, a Organização Mundial do Trabalho, OIT,  visa garantir empregos sustentáveis através de uma abordagem socioeconómica, de género e baseada na comunidade.

Parceiros

De acordo com a OIM, a Agência para a Cooperação do Canadá, Cida, contribui para a iniciativa com US$ 10 milhões, além do governo do Egipto com cerca de US$ 5 milhões.

O país é actualmente governado por um conselho militar, após a saída do  poder do presidente Hosni Mubarak, na sequência de protestos iniciados em Fevereiro. As manifestações, desencadeadas na Tunísia, alastraram-se pelo Norte de Árica e Médio Oriente.

Sector Informal

A OIM revelou que parte do montante do projecto será canalizada para o desenvolvimento de capacidades de treinamento das instituições e modernização dos sistemas de aprendizagem para jovens do sector informal.

A iniciativa deve igualmente promover desenvolvimento de empreendimentos do sector público, organizações juvenis e empresas para que possam responder à procura por postos de trabalho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud