Tribunal em Haia fará primeira audiência de Mladic nesta sexta-feira
BR

1 junho 2011

Ex-comandante militar, preso na semana passada, é acusado de crimes de guerra, durante o conflito nos Bálcãs, incluindo participação no massacre de Srebrenica, no qual mais de 7,5 mil homens e meninos perderam a vida.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

O Tribunal Penal para a Ex-Iugoslávia informou que o ex-general sérvio, Ratko Mladic, deverá ser ouvido pelo órgão, até esta sexta-feira.

Mladic foi preso, na semana passada, na Sérvia, após uma denúncia anônima. Ele é acusado de crimes de guerra e de participação no massacre de Srebrenica, em 1995, onde morreram mais de 7,5 mil homens e meninos.

Comando

O ex-general esteve foragido por 16 anos. A lista de crimes dos quais é acusado inclui mais de 70 incidentes como assassinatos em 20 municípios nos quais forças sob o comando de Mladic teriam torturado, maltratado e abusado física, psicológica e sexualmente de civis confinados em 58 centros de detenção.

De acordo com agências de notícias, Ratko Mladic ainda não se manifestou oficialmente sobre as acusações.

Ao reagir à prisão, o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou que a mesma era um passo importante para a história do Tribunal em Haia.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud