ONU vai lançar operação de auxílio a 60 mil desalojados em Abyei

31 maio 2011

Factores como insegurança, chuvas e falta de combustíveis aliados à vastidão do território apontados como impedimentos na distribuição de auxílio.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Mais de 60 mil pessoas foram desalojadas da disputada região de Abyei, após o escalar da violência, de acordo com as Nações Unidas. O anúncio surge duas semanas após o intensificar da movimentação das forças dos governos do Sudão e do sul do Sudão.

A situação levou à pilhagem de stocks de assistência de emergência, incluindo 800 toneladas de alimentos, suficientes para sustentar 50 mil pessoas em três meses.

Operação Humanitária

O Escritório da ONU para Assuntos Humanitários, Ocha,  indicou que vai lançar em breve uma grande operação com vista a alcançar os afectados. A distribuição é impedida pela insegurança, chuvas intensas e carência crónica de combustíveis, aponta o escritório.

De acordo com o Ocha, os impedimentos para a distribuição de auxílio incluem também a imensidão da área e o facto de muitos deslocados estarem escondidos.

Desalojados

A Organização Internacional para Migrações, OIM, disse ter registado mais de 30 mil deslocados internos de Abyei na sua maioria mulheres, crianças e velhos. A OIM anunciou estar a fazer o acompanhamento de outros 30 mil, através das equipas móveis de registo.

O Programa Mundial de Alimentação espera que a região enfrente fome aguda nos próximos meses devido ao facto dos deslocamentos terem ocorrido durante a época de plantio.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud