Presidente do Banco Mundial visitará região serrana do Rio de Janeiro
BR

27 maio 2011

Local foi afetado, em janeiro, por enchentes severas, que mataram pelo menos 1,5 mil pessoas.

[caption id="attachment_196578" align="alignleft" width="350" caption="Robert Zoellick"]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O presidente do Banco Mundial, Robert Zoellick, inicia nesta terça-feira, uma visita oficial ao Brasil. Zoellick visitará São Paulo, Brasília, Recife e Rio de Janeiro.

De acordo com a assessoria do órgão, o chefe do Banco Mundial irá à região serrana do Rio, cinco meses depois das enchentes que mataram pelo menos 1,5 mil pessoas na área.

Primeiro Encontro

Em Brasília, ele se reunirá com a presidente Dilma Rousseff para discutir a ampliação da parceria do Banco com o Brasil. Será o primeiro encontro de Zoellick com a nova presidente do país.

O chefe do Banco Mundial disse que está interessado na experiência brasileira de assistência às populações mais carentes, e acredita que o modelo possa ser aplicado em outras nações. Ele comentou ainda a parceria do goveno federal com os estados na luta contra a pobreza.

Em São Paulo, Zoellick discursará na Cúpula Climática C40 de Grandes Cidades, ao lado do ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton, e do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.

Durante a visita à região serrana do Rio, Zoellick deve ser acompanhado pelo prefeito carioca, Eduardo Paes, e pelo governador do Rio, Sérgio Cabral.

O presidente do Banco Mundial deve deixar o Brasil no dia 3 de junho.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud