Ban apela à união para apoiar países da Primavera Árabe

27 maio 2011

No fim da Cimeira do G-8, Secretário-Geral pede investimentos internacionais em infraestruturas com vista a  uma transição sustentável.

[caption id="attachment_196564" align="alignleft" width="350" caption="Ban Ki-moon"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Norte de África e o Médio Oriente precisam de união, consistência e coordenação da comunidade internacional, disse o Secretário-Geral da ONU aos líderes do G-8, o grupo de países mais industrializados do mundo.

Discursando, esta sexta-feira, em Deauville em França, Ban Ki-moon considerou essencial o aumento do emprego e das oportunidades de educação para jovens e mulheres dos países que recentemente foram palco de protestos antidemocráticos.

Apoios Concretos

Além de uma maior assistência humanitária, o Secretário-Geral pediu apoios concretos para melhorar a infraestrutura das nações, com vista a  uma transição sustentável para a democracia e prestação de contas.

Ban pediu que a comunidade internacional dê um maior impulso ao processo de paz no Médio Oriente, baseada na visão de dois Estados, defendida pelo presidente norte-americano, Barack Obama. Às partes do processo, o Secretário-Geral pediu que aproveitem o momento para assumir riscos para a paz.

Crises

No pronunciamento, Ban abordou as crises e conflitos na Somália, Cote d’Ivoire e Sudão e apontou a necessidade de avanços na saúde materna, tema que esteve no centro da agenda da sua recente deslocação à Etiópia e Nigéria.

O Secretário-Geral pediu que em vésperas da Rio + 20, os membros do G-8 alinhassem os vários pontos sobre o desenvolvimento a serem abordados na Cimeira da ONU sobre o Meio Ambiente.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud