Embaixador da Boa Vontade, Vik Muniz quer democratizar arte ainda mais
BR

27 maio 2011

Artista plástico toma posse nesta sexta-feira, em Paris, na sede da Unesco, ao lado de mais dois outros brasileiros: Nizan Guanaes e Oskar Metsavaht.

[caption id="attachment_196504" align="alignleft" width="350" caption="Vik Muniz* "]

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O artista plástico, Vik Muniz, disse à Rádio ONU, que pretende utilizar seu novo posto de embaixador da Boa Vontade da Unesco para “ajudar a democratizar a arte ainda mais.”

Segundo ele, museus e galerias de arte devem ser espaços de todos e não apenas de alguns. O artista plástico recebe, nesta sexta-feira, das mãos da diretora-geral da Unesco, em Paris, o título de embaixador, que deverá durar dois anos.

Amigos

Vik Muniz será agraciado ao lado de mais dois brasileiros: o publicitário Nizan Guanaes e o designer Oskar Metsvaht.

Nesta entrevista à Rádio ONU, em Nova York, antes do embarque para Paris, ele contou como surgiu a parceria com a Unesco.

“Esse contato com a Unesco, ele vem muito através do Oskar e do Nizan. Eles fazem parte dos Amigos da Unesco no Brasil. Eu estou muito feliz de compartilhar com esses amigos, essa honra de ser embaixador da Boa Vontade”, contou.

Segundo a Unesco, a escolha dos três brasileiros foi baseada no longo trabalho e compromisso que eles têm com a educação e com a proteção do meio ambiente.

*Crédito/Foto: Barney Kulok

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud