ONU lança projecto global para educação da mulher e rapariga

26 maio 2011

Mais de 39 milhões de raparigas em idade secundária estão fora dos sistemas  primário e secundário; Unesco quer soluções para abordar  principais obstáculos.

[caption id="attachment_196488" align="alignleft" width="350" caption="Hillary Clinton e Ban Ki-moon"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O investimento na educação enriquece as mulheres e raparigas beneficiárias e cria uma força produtiva para um mundo com pressões económicas, avanços tecnológicos e novas ameaças globais, afirmou o Secretário-Geral da ONU.

Ban Ki-moon discursava esta quinta-feira, em Paris, no lançamento da iniciativa global “Melhor Vida, Melhor Futuro” para mulheres e raparigas da organização da ONU para a Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

Desequilíbrios

Mais de 39 milhões de raparigas em idade secundária estão fora dos sistemas  primário e secundário, enquanto dois terços dos 796 mil adultos analfabetos são mulheres. Apenas cerca de um terço de países conseguiram paridade de género no nível secundário.

O evento contou com a presença de governantes como a primeira-ministra do Mali, Cissé Mariam Kaïdama Sidibé, a chefe do governo do Bangladesh, Sheikh Hasina e a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton.

Crescimento

Discursando na ocasião, a secretária de Estado norte-americana ressaltou o que considerou poder transformador da educação no crescimento económico dos países.

De acordo com Hillary Clinton, até um ano extra de escolaridade leva a significativos aumentos de rendimentos para mulheres e raparigas. Clinton frisou que o facto permite um maior contributo no rendimento familiar, comunitário e para o crescimento do  Produto Interno Bruto de sociedades internas, com benefícios que incluem maiores escolhas, oportunidades e acesso a informações para viver melhor.

Soluções

De acordo com a Unesco, o projecto “Melhor Vida, Melhor Futuro” vai procurar soluções inovadoras e colaborativas para abordar os principais obstáculos e desafios para a educação de mulheres e adolescentes.

Entre os diversos projectos previstos para ser implementados pela Unesco em vários países, conta-se a abertura de um novo centro educacional para mulheres artistas na Jordânia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud