Trabalhador humanitário morto em emboscada na Etiópia

16 maio 2011

Ataque de desconhecidos causou a morte de Farhan Hamsa e dois outros acompanhantes desapareceram.

[caption id="attachment_195122" align="alignleft" width="175" caption="Veículo foi atacado"]

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa Mundial de Alimentação, PMA, confirmou a morte de um funcionário num ataque ocorrido nesta sexta-feira na região somali da Etiópia.

Farhan Hamsa foi morto numa emboscada por assaltantes desconhecidos, que atacaram o veículo que conduzia durante a monitorização de uma missão para a qual se fazia acompanhar por três colegas.

Paradeiro desconhecido

Um dos trabalhadores foi ferido no ataque e o paradeiro de outros dois ainda é desconhecido. O PMA pede que seja contactado, caso alguém saiba do paradeiro dos funcionários.

A morte de Hamsa segue-se ao assassinato de Santino Pigga Alex Wani, num ataque similar ocorrido no mês passado, no Sul do Sudão. Ele foi emboscado a 22 de Abril por um grupo de assaltantes no estado de Jonglei, quando integrava uma missão conjunta com membros de uma organização humanitária parceira.

Na Etiópia, o PMA presta assistência a mais de 4,5 milhões de pessoas, incluindo refugiados e crianças em idade escolar de áreas com insegurança alimentar grave.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud