Disparidades na saúde materno-infantil no Norte de África e Médio Oriente

13 maio 2011

Segundo pesquisa do Unicef, pessoas de classe económica mais avantajada apresentam maiores probabilidades de sobrevivência e vacinação; Sudão e Iémen revelam fossos mais acentuados.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Persistem as disparidades, apesar de progressos alcançados na melhoria da saúde de mulheres e crianças no Norte de África e Médio Oriente, revela um estudo do Fundo da ONU para a Infância, Unicef.

A pesquisa conduzida em 10 países da região teve foco no acesso à saúde de mulheres e crianças de 20% da população urbana e rural. Além da Argélia, Djibuti, Egipto e Tunísia, foram estudados casos do Iraque, Jordânia, territórios palestinos, Síria e Iémen.

Assistência

Crianças da porção da população economicamente mais avantajada apresentaram maiores probabilidades de sobrevivência e vacinação em relação às de famílias mais pobres.

Seguindo mesma tendência, o estudo indicou uma maior probabilidade das mulheres de classes mais favorecidas terem acesso à contracepção, cuidados médicos durante a gravidez e assistência médica profissional durante o parto.

Pobreza

As maiores disparidades são verificadas no Sudão, onde uma criança de uma família rica é mais propensa a receber vacinação contra o sarampo do que um menor de uma família mais pobre.

O estudo aponta que no Iémen, uma criança de camada populacional menos favorecidas é três vezes mais propensa a morrer antes dos cinco anos em relação a outra de classe mais rica.

Assistência

Segundo o Unicef, o cenário pode inverter, com uma maior assistência a programas de saúde a nível local, baseada no reforço das unidades sanitárias e treino de trabalhadores comunitários com técnicas modernas simplificadas.

A agência recomenda também que seja prestado maior auxílio com vista à prestação de serviços de qualidade com melhor custo-benefício, além de melhorias do transporte para os mais pobres.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud