Reserva africana entre candidatos a Património Mundial da Unesco

5 maio 2011

Parque de Sangha estende-se pelo Congo, República Centro Africana e Camarões; decisão sobre os seleccionados será tomada entre 19 a 29 de Junho.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

A Reserva Trinacional de Sangha integra, pela primeira vez, os mais de 40 sítios naturais e culturais nomeados para as inscrições deste ano na lista de Património Mundial da Organização para a Educação, Ciência e Cultura, Unesco.

O parque natural estende-se pelos territórios da República Democrática do Congo, República Centro Africana e os Camarões.

Pioneiros

O grupo de países pioneiros inclui também Barbados, Jamaica, Micronésia, Emirados Árabes Unidos.

A decisão sobre os seleccionados entre os 42 sítios será tomada entre 19 a 29 de Junho, em Paris, na reunião do comité de 21 membros. Será igualmente examinado o estado de conservação de 34 sítios da lista do Património Mundial em Perigo.

Candidaturas

A proposta dos sítios é feita por estados da Convenção do Património Mundial e as candidaturas são revistas, tanto pelo Conselho Internacional de Monumentos e Sítios, Icomos, como pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Os outros potenciais candidatos africanos são a Etiópia, Quénia, Nigéria, Sudão e Senegal.

O grupo de candidatos integra igualmente a Argentina, Alemanha, Austrália, Áustria, Bahrein, Bélgica, Benim, China, Colômbia, Franca, Índia, Irão, Israel, Itália, Japão, Jordânia, México, Mongólia, Nicarágua, Arábia Saudita, Eslovénia, Espanha, Suíça, Síria, Turquia, Ucrânia e Vietname.

A Lista do Património Mundial da Unesco é composta por 911sítios reconhecidos pelo seu "notável valor universal".

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud