Banco Mundial desembolsa US$ 161 milhões para Moçambique

3 maio 2011

A instituição diz que o país está a fazer progressos assinaláveis rumo à materialização da segunda meta dos Objectivos do Desenvolvimento do Milénio: a educação primária universal, em 2015.

[caption id="attachment_195263" align="alignleft" width="175" caption="Educação em África"]

Manuel Matola, da Rádio ONU em Maputo.

O Banco Mundial anunciou a concessão de um crédito de US$ 161 milhões para apoiar o sector da educação em Moçambique, entre o período 2011-2015.

Uma nota do Conselho de Direcção do Banco Mundial indica que a verba visa melhorar a qualidade do ensino e financiar acções de prevenção e mitigação do HIV no sector da educação no país.

Reformas

O montante destina-se igualmente a fortalecer a gestão dos sistemas administrativos do sector, através da consolidação das reformas nas áreas de gestão financeira, planeamento, orçamentação e monitoria.

A responsável pelo projecto do Banco Mundial, Sophie Naudeau, considerou, a propósito, que Moçambique está a fazer progressos assinaláveis rumo à materialização da segunda meta dos Objectivos do Desenvolvimento do Milénio: a educação primária universal, em 2015.

Dados do Banco Mundial indicam que a taxa líquida de matrícula na educação primária em Moçambique duplicou de 45 a 95% entre 1998 e 2010. A instituição financeira refere ainda que a taxa de conclusão do ensino primário obrigatório aumentou de 34% em 2004 para 50,8 % em 2010.

Para Sophie Naudeau "a grande conquista em Moçambique é o aumento na taxa líquida de escolarização aos 6-7 anos de idade de 19% em 1998 para 70% em 2010.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud