Unicef apoia regresso à escola de 1 milhão de crianças marfinenses

2 maio 2011

Campanha vai incluir fornecimento de material didáctico a mulheres, crianças e professores; agência pede US$ 6 milhões.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

O Fundo da ONU para a Infância, Unicef, manifestou prontidão em apoiar o regresso às aulas de 1 milhão de crianças marfinenses, após meses de paralisação do sistema de educação.

A situação foi desencadeada pela crise política e de segurança ocorrida após as presidenciais de Novembro de 2010 em Cote d'Ivoire, também conhecida como Costa do Marfim.

Reconciliação

De acordo com a agência, tendo sido as crianças as mais afectadas pela recente crise, as escolas podem jogar um papel de grande importância na reconciliação.

O representante do Unicef em Cote d'Ivoire , Hervé Ludovic de Lys, disse que a agência solicitou o fornecimento de material para mulheres e crianças, com vista a apoiar o arranque de uma campanha de regresso à escola.

Materiais

Para o efeito, o Unicef anunciou precisar de US$ 6 milhões para providenciar materiais, treinamento e incentivos para professores, voluntários e mobilização comunitária.

De acordo com o representante, em coordenação com os parceiros da educação e ONGs, serão igualmente distribuídos materiais a alunos e professores.

Instabilidade

Mais de um milhão de crianças foram impedidas de ir à escola devido ao seu encerramento em consequência da violência, deslocamentos da população e instabilidade civil.

Durante o período lectivo, o Unicef deu apoio a mais de 15 mil crianças. Em todo o país, as aulas recomeçaram a 28 de Março, mas há ainda escolas encerradas na capital comercial, Abidjan.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud