Tunísia acolhe funcionários da ONU retirados da Líbia

2 maio 2011

Saída foi autorizada após “hostilidades ao prédio das Nações Unidas e de residências diplomáticas no país”, diz Ocha.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Escritório de Assistência Humanitária das Nações Unidas, Ocha, informou que os funcionários da ONU evacuados da Líbia, já chegaram à Tunísia.

A ordem para retirar o pessoal da organização foi dada após manifestações violentas contra o prédio das Nações Unidas e residências de diplomatas estrangeiros na Líbia.

Mortes

Segundo agências noticiosas, os protestos ocorreram logo após relatos de que parentes do líder líbio Muammar Kadafi, incluindo o seu filho, Saif Al-Arab Kadafi, tinham morrido num ataque da Organização do Tratado do Atlântico Norte, Nato, ao país.

Desde Fevereiro, mais de 500 mil pessoas já fugiram do país devido por causa da violência entre forças pró e contra Kadafi.

De acordo com o Conselho de Direitos Humanos da ONU, milhares de pessoas podem ter morrido ou ficado feridas desde o início dos protestos.

Na mesma nota, o Escritório de Assistência Humanitária da ONU, Ocha, informou que quase metade do apelo humanitário de US$ 310 milhões para Líbia já foi entregue.

*Apresentação: Eleutério Guevane, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud