OMT vai ajudar a recuperar turismo na Tunísia (Português África)

29 abril 2011

Sector representa 6,5 % do PIB e emprega mais de 450 mil tunisinos; visitas e receitas do turismo diminuíram numa média de 44% no primeiro trimestre de 2011.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Um acordo de cooperação que prevê reactivar o sector turístico na Tunísia foi anunciado pela Organização Mundial de Turismo, OMT. O sector representa 6,5 % do Produto Interno Bruto, PIB, e emprega mais de 450 mil tunisinos.

O apoio da agência abarca a realização de eventos envolvendo especialistas dos sectores público e privado na capital, Tunes e a organização de uma conferência de alto nível no último trimestre de 2011.

Levantes

No princípio do ano, a Tunísia foi palco de levantes populares que se alastraram pelo Norte de África e Médio Oriente. Os protestos levaram à queda dos regimes do país e do Egipto.

A OMT vai apoiar igualmente o lançamento de uma nova campanha promocional a ser levada a cabo pelo ministério de tutela, em Maio, além de prestar consultorias sobre viagens.

Desempenho

O anúncio foi feito na visita efectuada ao país pelo secretário-geral da OIT, Taleb Rifai. Ele manteve encontros com o Presidente interino, Fouad Mebazaa, e o ministro de turismo, Mehdi Houas.

Em 2010, a Tunísia recebeu cerca de 7 milhões de turistas internacionais que geraram receitas na ordem de US$ 2,7 mil milhões. Durante os primeiros meses de 2011, as visitas de turistas internacionais e as receitas no sector diminuíram numa média de 44%.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud