Novo lote de ajuda humanitária chega a Misrata

26 abril 2011

Estimativas apontam para 300 mortos e 100 feridos na cidade líbia controlada por rebeldes; PMA transporta mantimentos para mais de 23 mil pessoas.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Agências das Nações Unidas anunciaram, esta terça-feira, a chegada de um novo lote de ajuda humanitária para os civis isolados na cidade líbia de Misrata, onde relatos dão conta de uma situação contínua de desespero.

A ONU cita estimativas de fontes hospitalares locais, que apontam para o registo de 300 mortos e 100 feridos desde meados de Abril. A cidade, controlada pelos rebeldes, é alvo de ataques das forças leais ao líder Muammar Kadafi. A violência seguiu-se aos protestos pró-governamentais iniciados em Fevereiro.

Ataques

Em declarações a jornalistas, em Genebra, o porta-voz do Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur, Andrej Mahecic, citou relatos de famílias recentemente evacuadas descrevendo a situação perante dos ataques.

Segundo o porta-voz, partes de Misrata não têm agua nem electricidade, estando sob fogo de atiradores e confrontos de rua. Ele apontou que os ataques impediram a saída de pessoas das suas casas para buscar comida e medicamentos.

Mantimentos

Um navio alugado pelo Programa Mundial da Alimentação, PMA, descarregou mais de 500 toneladas métricas de alimentos, três ambulâncias, e outros artigos médicos. Estima-se que o segundo carregamento de alimentos e ajuda humanitária tenha mantimentos para mais de 23 mil pessoas.

O Acnur aponta para informações de mulheres que teriam feito partos em casa, devido ao perigo de se deslocarem aos hospitais.

De acordo com a ONU, 9870 pessoas já foram evacuadas de Misrata pelas agências humanitárias, incluindo 4100 transportadas em operações levadas a cabo pela Organização Internacional para Migrações, OIM.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud