Funcionário do PMA morre em emboscada no Sul do Sudão (Português África)

25 abril 2011

Seis outros ocupantes conseguem escapar ilesos; pelo menos quatro grupos de milícias combatem o Exército do Povo do Sul do Sudão.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Um funcionário do Programa Mundial da Alimentação, PMA, foi assassinado nesta sexta-feira numa emboscada no estado de Jonglei, no Sul do Sudão.

Santino Pigga Alex Wani, de nacionalidade sudanesa, estava integrado numa missão humanitária quando o veículo em que seguia foi atacado. Os outros seis ocupantes eram funcionários da ONG Joint Aid Management e conseguiram escapar ilesos.

Milícias

De acordo com funcionários do PMA no Sul do Sudão, nas últimas duas semanas, a região é palco de confrontos e violência intensa. Pelo menos quatro grupos de milícias combatem o Exército do Povo do Sul do Sudão.

No mês passado, o coordenador regional da ONU para o Sul do Sudão, David Gressy, disse que a violência contínua constituía a maior preocupação da missão da ONU no país.

Ele pediu às autoridades que lidem urgentemente com as ameaças à segurança em vésperas da sua independência, a ser declarada a 9 de Julho. A secessão do Norte foi decidida no referendo para a autodeterminação realizado entre 9 e 15 de Janeiro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud