Pnuma anuncia plano africano para proteger contra derrames de petróleo

22 abril 2011

Águas costeiras da África Austral, Central e Ocidental vão criar centro para gerir informações sobre derrames e outras emergências.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Um projecto para proteger as águas costeiras da África Austral, Central e Ocidental contra derrames de petróleo, foi aprovado por 19 dos 22 governos das regiões, anunciou o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma.

O "Plano de Contingência contra Derrames Petrolíferos" vai integrar a Convenção de Abidjan, que prevê medidas contra a poluição, pesca abusiva, depósito de resíduos no mar e outras actividades prejudiciais aos ecossistemas costeiros.

Centros Regionais

Segundo a agência, o mecanismo "de vital importância para o continente", prevê estabelecer um centro regional de cooperação para lidar com casos de derrames e outras emergências na região compreendida entre a Mauritânia e África do Sul.

A exploração petrolífera no mar alto "tem gerado receitas para os países das três regiões africanas." Mas os signatários expressaram vontade em trabalhar em conjunto para "prevenir derrames como o ocorrido no Golfo do México em 2010."

Iniciativas Nacionais

De acordo com o Pnuma, o plano de contingência vai complementar as já existentes iniciativas nacionais. O objectivo é "permitir que os países informem prontamente sobre derrames e outros incidentes poluentes na sua área de responsabilidade ou nas proximidades."

Os estados signatários foram igualmente encorajados a trocar informações para combater a poluição petrolífera e facilitar a prestação de assistência.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud