Unicef apoia acesso à água e saneamento na Guiné-Bissau

21 abril 2011

Unicef contribui para iniciativa no valor de 3,1 milhões de euros para as regiões de Quinara e Tombali; segundo dados oficiais, 45% dos guineenses têm acesso à água potável.

Marina Estarque, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, em parceria com a União Europeia e o governo da Guiné-Bissau, lançou um projecto que vai garantir acesso à água potável e saneamento básico para 60 mil pessoas.

Com duração de três anos, a acção será implementada nas regiões de Quinara e Tombali, consideradas as mais carentes do país em termos de água e saneamento. A agência da ONU vai investir um terço dos 3,1 milhões de euros do projecto.

Estratégia

De acordo com o Unicef, o projecto enquadra-se na estratégia nacional da agência para a redução da mortalidade infantil e saúde materna.

A iniciativa apoia e fortalece as capacidades das instituições e autoridades locais a nível nacional, regional e local. Além disso, também reforça a qualidade dos serviços oferecidos por ONGs e pelo sector privado.

Dados oficiais apontam que 45% dos 1,5 milhão de guineenses têm acesso à água potável.

*Apresentação: Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud