FAO pede acção urgente para ajudar agricultores marfinenses (Português África)

18 abril 2011

Com início da época chuvosa, agência quer apoiar 12 mil famílias de agricultores na Cote d’Ivoire.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU, em Nova Iorque.

Com o arranque da época chuvosa em Cote d'Ivoire, torna-se necessário prestar assistência agrícola urgente, referiu esta segunda-feira a Organização da ONU para a Agricultura e Alimentação, FAO.

Em comunicado, a agência anunciou a distribuição, nos próximos dias, de milhares de kits para que famílias de agricultores possam plantar milho e arroz, no início das primeiras chuvas no oeste e norte do país, também conhecido como Costa do Marfim.

Insegurança

De acordo com a FAO, perante um cenário de insegurança "ainda precária" prepara-se uma resposta à procura de sementes, instrumentos de produção e kits para cerca de 12 mil famílias de agricultores.

Para a Cote d'Ivoire, a agência pediu US$ 4,25 milhões como parte do apelo lançado à comunidade internacional para apoiar a agricultura do país. Um montante de US$ 6 milhões será alocado à Libéria, que abriga mais de 150 mil marfinenses.

Distribuição

A FAO aponta que a distribuição deve ocorrer nos próximos dias, em aldeias que acolhem refugiados e desalojados internos.

A ONU estima em centenas o número de mortos e em cerca de 1 milhão de desalojados pela violência que se seguiu às eleições presidenciais de Novembro.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud