Acnur aponta fuga de 500 berberes da Líbia

12 abril 2011

Grupo apresenta necessidades humanitárias; mais de 1100 pessoas rumaram em direcção à ilha de Malta na última quinzena.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Mais de 500 pessoas de etnia berbere chegaram à Tunísia, fugidas do conflito na Líbia, disse esta terça-feira o Alto Comissariado da ONU para refugiados, Acnur.

O grupo chegou à região tunisina de Dehiba, no sul, com "recursos limitados e necessidades humanitárias significativas", indicou o porta-voz da agência, em Genebra, Andrej Mahecic.

Acampamento

O Acnur disse ter criado um acampamento de refugiados num recinto desportivo na cidade de Remada e que estava em curso a instalação de serviços básicos, incluindo água e electricidade.

Milhares de pessoas já cruzaram a fronteira devido ao conflito entre forças pró-governamentais e rebeldes na líbia.Segundo a agência, nos últimos quinze dias mais de 1100 pessoas rumaram em direcção de Malta.

Estima-se que desde o início da violência, mais de 500 mil pessoas deixaram o país devido aos combates na sequência dos protestos pro-democráticos ocorridos na Líbia e em vários nações do norte de África e do Médio Oriente.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud