Dia Mundial da Tuberculose

24 março 2011

Marina Estarque, da Rádio ONU em Nova York.

O especialista em Doenças Infecciosas e professor da USP, Olavo Munhoz Leite, falou à Rádio ONU, de São Paulo, em ocasião do Dia Mundial de Combate à Tuberculose, marcado neste 24 de março.

O médico comentou sobre a importância do diagnóstico precoce, bem como os perigos da interrupção do tratamento antes do período recomendado.

Olavo também discorreu sobre resistência medicamentosa e a relação entre a tubercolose e a aids.

"Em geral, quando as pessoas abandonam com um mês, um mês e meio, não é suficiente para você eliminar os bacilos que a pessoa tem no pulmão. Ela volta com o sintoma. Se ela não procurar tratamento, começa a contaminar outras pessoas. Mas esse abandono tem outro fator importantíssimo, que é a chance que os bacilos da tubercolose se tornem resistentes ao medicamento."

Acompanhe a entrevista à Rádio ONU.

Tempo: 5´49´´

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud