Programa Mundial de Alimentos dá apoio logístico para crise no Japão
BR

23 março 2011

Agência da ONU e governo japonês levam ajuda humanitária às áreas mais afetadas pelo terremoto e pela radiação liberada pela central nuclear de Fukushima Daichi.

Marina Estarque, da Rádio ONU em Nova York.*

O Programa Mundial de Alimentos, PMA, informou que está dando apoio logístico ao governo do Japão na entrega de suprimentos para mais de 350 mil desabrigados pelo terremoto no país.

A diretora-executiva da agência, Josette Sheeran, disse que o Japão é um dos países mais generosos em termos de assitência humanitária e sempre demonstrou solidariedade quando outras nações precisaram.

Radioatividade Marítima

Sheeran afirmou ainda que a operação logística do PMA é uma resposta direta aos pedidos de ajuda do governo japonês.

Nesta terça-feira, as autoridades japonesas começaram a medir a radiotividade marítima próxima à usina nuclear de Fukushima Daichi. O monitoramento será realizado até esta quarta-feira pela Agência Japonesa para Ciência e Tecnologia do Mar e da Terra.

Oito amostras serão coletadas de oito diferentes locais para análise. Os resultados serão divulgados nesta quinta-feira.

O governo japonês informou que mais de 9 mil pessoas morreram no terremoto e no tsunami do último dia 11. Cerca de 12,6 mil continuam desaparecidas.

*Apresentação: Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud