Doadores entregam quase metade do apelo para Líbia
BR

14 março 2011

Escritório da ONU para a área, Ocha, recebeu US$ 76 milhões dos US$ 160 milhões pedidos a doadores em todo o mundo; coordenador humanitário chegou este fim de semana ao país do norte-africano.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas afirmam ter recebido quase metade do apelo pedido para ajuda à Líbia. De acordo com o Ocha, o Escritório da ONU para a Assistência Humanitária, foram entregues até agora US$ 76 milhões, equivalentes a mais de R$ 125 milhões.

A informação foi divulgada num relatório, apresentado no Cairo e em Nova York, nesta segunda-feira. Ao todo, o Ocha pediu US$ 160 milhões para socorrer as vítimas da violência política na Líbia.

Fronteira

Neste fim de semana, o coordenador humanitário da ONU, Rashid Khalikov, chegou à capital líbia, Trípoli, para preparar uma missão humanitária ao país.

A delegação do Ocha contou ter visto longas filas de migrantes nos terminais dos aeroportos e em acampamentos improvisados.

De acordo com relatos, um grande número de africanos estava sendo transportado para a fronteira com a Tunísia.

Migrações

Segundo a Organização Internacional para Migrações, OIM, mais de 267 mil pessoas abandonaram a Líbia desde o início do conflito no mês passado. Milhares de pessoas podem ter morrido nos protestos e na repressão a manifestantes que pedem a saída do líder Muammar Kadafi do poder.

Agências de notícias informam que no sábado, os países da Liga Árabe pediram à ONU que estabeleça uma zona de exclusão aérea na Líbia.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud