Quase metade do apelo para ajuda na Líbia já foi entregue

14 março 2011

Ocha recebeu cerca de US$ 76 milhões; coordenador humanitário da ONU iniciou visita ao país do norte de África.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Quase metade do valor do financiamento humanitário lançado para a Líbia já foi doado, anunciou esta segunda-feira o Escritório da ONU para a Assistência Humanitária, Ocha.

Em relatório publicado no Cairo e em Nova Iorque, a agência diz que já foram disponibilizados cerca de US$ 76 milhões dos US$ 160 milhões pedidos à comunidade internacional.

Visita

Neste fim-de-semana, o coordenador humanitário da ONU para a Líbia, Rashid Khalikov, chegou à capital líbia, Tripoli, no âmbito de uma visita que visa preparar uma missão humanitária para o país do norte de África.

A delegação do Ocha refere ter observado longas filas de migrantes nos terminais dos aeroportos e em campos improvisados no seu exterior. A missão refere também ter visto camiões transportando um grande número de africanos em direcção à fronteira com a Tunísia.

Violência

Segundo a Organzação Internacional para Migrações, OIM, mais de 267 mil pessoas abandonaram o país, na sequência da violência que se seguiu aos protestos contra o líder Muammar Kadafi, iniciados no mês passado.

Entretanto, confrontos entre forças leais a Kadafi e rebeldes continuam no país. De acordo com a ONU, já morreram milhares de pessoas.

No sábado, os países árabes pediram à ONU a imposição de uma zona de exclusão aérea na Líbia.

Antes, a representante especial do Secretário-Geral para Crianças e Conflitos Armados, Radikha Coomaraswamy, informou ter recebido relatos não-confirmados de que crianças estariam a ser recrutadas para participar do conflito civil na Líbia.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud