ONU quer mais cooperação regional para combater terrorismo
BR

15 fevereiro 2011

Chefe do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime diz, em reunião na Arábia Saudita, que todos os países tem que evitar a ameaça.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

As Nações Unidas afirmaram que é preciso reforçar a cooperação regional e internacional para combater o terrorismo no mundo.

A declaração foi feita pelo chefe do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, Yury Fedotov, durante uma reunião, no fim de semana, em Riad, na Arábia Saudita.

Boas Práticas

Fedotov lembrou que todos os países tem um interesse comum em evitar a ameaça terrorista.

Ele também pediu aos participantes, a maioria representantes de países do Golfo Pérsico, que promovessem a troca de experiências e boas práticas na prevenção do problema.

Segundo o Unodc, atos de terrorismo na região são facilitados por dinheiro gerado pelo contrabando de ópio do Afeganistão, além do crime organizado e da corrupção.

Fontes de Financiamento

Para Fedotov, a cooperação regional é fundamental no combate às atividades de grupos terroristas.

Ele informou que o Unodc está interessado em cooperações com o Norte da África, o Oriente Médio e a região do Golfo além do sudoeste da Ásia. A agência acabou de lançar um programa com o Iêmen para responder a crimes como tráfico de drogas, redes criminosas e fontes de financiamento do terrorismo.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud