OMS discute casos de narcolepsia e vacina contra gripe A
BR

8 fevereiro 2011

Crianças e adolescentes em 12 países manifestaram dificuldades para manter-se acordados após tomar doses de pandemrix; agência diz que maior incidência ocorre na Suécia, na Finlândia e na Islândia.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

A Organização Mundial da Saúde, OMS, informou, nesta terça-feira, que está analisando relatos de casos de narcolepsia associados a pessoas que tomaram a vacina, pandemrix contra a gripe AH1N1.

A narcolepsia é um distúrbio neurológico que faz com que a pessoa caia no sono excessivo durante o dia. Segundo a OMS, 12 países já registraram casos de narcolepsia em crianças e adolescentes que tomaram a vacina.

Dificuldade

A maior incidência ocorre na Suécia, na Finlândia e na Islândia.

A Comissão Global sobre Segurança de Vacinas da OMS está em reuniões com representantes do laboratório GlaxoSmithKline, que produziu a vacina.

Autoridades da Finlândia dizem ser provável que a pandemrix possa ser um dos fatores para os casos de narcolepsia no país.

A OMS informou que está investigando se outras vacinas contra a gripe H1N1 podem também causar a dificuldade para manter-se acordado durante o dia.

Até o momento, o órgão regulador da OMS não anunciou nenhuma medida sobre o uso de vacinas contra influenza. Mas a agência informou que a vacina pandemrix ficará na lista de imunizações pré-qualificadas até que as implicações, de longo prazo, sejam analisadas por especialistas.  

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud