Unesco condena ataque à imprensa no Rio de Janeiro
BR

25 janeiro 2011

Helicóptero da TV Globo foi alvejado a tiros, nesta segunda-feira, quando emissora fazia reportagem no Morro de São Carlos.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório da Unesco no Brasil condenou um ataque contra profissionais da Rede Globo de Televisão, ocorrido nesta segunda-feira, no Rio de Janeiro.

Segundo a mídia local, o helicóptero da emissora, que fazia uma reportagem sobre uma operação policial no morro de São Carlos, foi alvejado a tiros.

Agenda

Em nota, o representante da Unesco no Brasil, Vincent Defourny, disse que "a proteção de jornalistas que cobrem situações de conflito é uma questão central para a agenda da liberdade de imprensa".

Defourny pediu prioridade no tratamento do tema e uma rápida apuração dos fatos.

Na segunda parte da mesma nota de repúdio à violência contra os repórteres da TV Globo, o chefe da agência no Brasil afirmou que está gravemente preocupado com relatos de que a casa do dono do jornal Morretes Notícia, do Paraná, foi alvo de um atentado.

Orley Antunes teve sua residência atingida por uma bomba caseira no último dia 17. Para a agência da ONU, a suposta tentativa de intimidação é um ataque inaceitável à liberdade de imprensa. 

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud