Sobe para 260 o número de mortos na violência em Cote d’Ivoire

20 janeiro 2011

Unoci anuncia 13 novos casos de morte confirmada; violações sexuais no leste envolvem menores entre os 6 e os 9 anos.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Mais 13 mortos foram recentemente registados como resultado da violência pós-eleitoral em Cote d'Ivoire, refere a Missão da ONU no país, também conhecido como Costa do Marfim.

O número eleva para 260 o total das vítimas mortais. O país vive uma situação de instabilidade, desencadeada após a realização da segunda volta das eleições presidenciais de 28 de novembro.

Governos Rivais

O líder cessante, Laurent Gbagbo, e o presidente-eleito, Alassane Ouattara, nomearam governos rivais em Abidjã.

Em conferência de imprensa realizada esta quinta-feira na capital marfinense, o chefe da Divisão de Direitos Humanos da Unoci disse ainda que o número de desaparecidos subiu para 68.

Violação Sexual

Ele apontou para casos de violação sexual nas cidades de Abidjã, Bouaké, Duékoué e Man.

Por seu turno, o porta-voz do Secretário-Geral da ONU, Marin Nesirky, em Nova Iorque, apontou os factores que chamam a atenção dos funcionários humanitários, relativamente aos casos de violência sexual.

Preocupação

Segundo o porta-voz, o coordenador humanitário da ONU mostrou preocupação particular com casos de violência sexual no leste do país envolvendo menores entre os seis e nove anos.

Segundo apontou, o número de desalojados internos continua a rondar os 16 mil, com cerca de 29 mil refugiados a viver na Libéria e outros países vizinhos.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud