Barco com migrantes africanos naufraga na costa do Iêmen
BR

4 janeiro 2011

Mais de 40 etíopes e somalis morreram no acidente ocorrido no Golfo de Áden; um segundo barco está desaparecido.

Alessandra Ribeiro, da Rádio ONU em Nova York.

Um barco com migrantes africanos que ia em direção ao Iêmen afundou neste fim de semana no Golfo de Áden. Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, e agências locais, cinco homens de um total de 46 etíopes e somalis sobreviveram ao acidente.

O Acnur diz que um segundo barco está desaparecido na costa do Iêmen, mas ainda não se sabe o número exato de migrantes.

Riscos

O porta-voz da Organização Internacional para Migrações, OIM, Jean-Philippe Chauzy, diz que a pobreza e a instabilidade econômica e política na África levam migrantes a arriscar suas vidas e pagar grandes quantias de dinheiro para redes de tráfico.

Segundo Chauzy, esses migrantes são atraídos por promessas de que poderão viajar de forma segura para o Iêmen e depois seguir para a Arábia Saudita. Mas o porta-voz alerta que "os riscos dessas travessias e os abusos sofridos por essas pessoas são subestimados."

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud