Anunciada contribuição recorde do Brasil para o PMA

31 dezembro 2010

País entra para a lista de dez maiores doadores do Programa Mundial de Alimentos, com fornecimento de 500 mil toneladas de comida.

Alessandra Ribeiro, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa Mundial de Alimentação, PMA, vai receber 500 mil toneladas métricas de alimentos do Brasil. O volume é a maior doação já feita pelo governo brasileiro e coloca o país na lista dos dez maiores doadores da agência.

Segundo comunicado, os alimentos serão destinados a países em situações de emergência ou afectados por desastres naturais e conflitos, principalmente em África e na América Latina.

Cooperação

A directora-executiva do PMA, Josette Sheeran, saudou a contribuição, referindo que irá saciar a fome de milhares de pessoas.

O comunicado diz ainda que o PMA pretende trabalhar com a "presidente eleita, Dilma Rousseff, ampliando a visão humanitária e a liderança do país na luta contra a fome."

Em visita ao Brasil este ano, a diretora-executiva do PMA esteve em contacto com o programa "Fome Zero", implantado pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A directora acredita que o Brasil pode ajudar a promover políticas de combate à fome, na partilha de experiências com outras nações emergentes.

*Apresentação de Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud