PMA transporta alimentos para refugiados marfinenses na Libéria

31 dezembro 2010

Agência anuncia carregamento de cinco toneladas métricas de biscoitos altamente nutritivos; Acnur estabelece novo campo de refugiados.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

O Programa Mundial da Alimentação, PMA, anunciou o transporte aéreo de assistência alimentar para a Libéria com vista a assistir os refugiados fugidos da crise em Cote d'Ivoire, também conhecida como Costa do Marfim.

O carregamento é resultado da ampliação das operações da agência, em resposta ao evoluir da crise humanitária devido à instabilidade no país da África Ocidental.

A situação em Cote d'Ivoire instalou-se depois do Tribunal Constitucional ter revertido a proclamação da vitória de Alassane Ouattara, anunciada anteriormente pela Comissão Eleitoral Independente, CEI.

O Tribunal citou alegações de irregularidades no norte do país e declarou Laurent Gbagbo o vencedor da segunda volta das presidenciais de 28 de novembro.

Rações Reforçadas

Segundo a agência, foram transportadas cinco toneladas métricas de biscoitos altamente nutritivos - rações reforçadas especialmente para casos de emergência - para prestar assistência aos refugiados marfinense que cruzam a fronteira para a Libéria.

A ONU estima em mais de 20 mil o número de refugiados chegados ao país que são acolhidos, na sua maioria, por comunidades de liberianos residentes na região fronteiriça.

O primeiro lote de emergência será distribuído na região de Saclepea, no norte da Libéria, num campo de refugiados estabelecido nesta sexta-feira pelo Alto Comissariado da ONU para Refugiados, Acnur.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud