Forças da Unoci sofrem ataque em Cote d’Ivoire (Português África)

28 dezembro 2010

Ataque de uma multidão ocorreu num bairro da cidade quando viaturas da missão seguiam em direcção ao interior do país.

Eleutério Guevane, da Rádio ONU em Nova Iorque.

Uma multidão atacou três veículos de um comboio de viaturas das forças de Paz das Nações Unidas em Cote d'Ivoire, também conhecida como Costa do Marfim.

No incidente ocorrido na capital, Abidjan, foi ferido um soldado e incendiada uma viatura.

Comboio

Segundo o porta-voz da Unoci, Hamadoun Toure, o ataque ocorreu num bairro da cidade quando as viaturas seguiam em direcção ao interior do país.

Segundo Toure, o ataque contra o comboio foi perpetrado por um grupo quando as 22 viaturas da Missão das Nações Unidas em Cote d'Ivoire, Unoci, estavam a caminho do interior, resultado em um ferido.

Um comunicado da Unoci refere que a calma foi restaurada após a intervenção do chefe da defesa e segurança da força, general Philipe Mangou.

Condenação

O comunicado da Unoci condena o ataque e reitera a determinação da missão em prosseguir com o trabalho em benefício do povo marfinense.

Entretanto, o chefe da Unoci manteve encontros com três presidentes africanos que visitaram o país para enviar a mensagem a Laurent Gbagbo, que deve deixar a presidência do país.

Young-Jin Choi discutiu com os presidentes Yayi Boni, do Benin, Pedro Pires, de Cabo Verde e Ernst Bai Koroma, da Serra Leoa sobre o processo eleitoral que teve como vendcedor Alassane Ouattara.

O presidente em exercício, Laurent Gbagbo, recusa-se a deixar o poder, insistindo ser o vencedor do pleito.

Os três líderes da Cedeao avançaram a possibilidade de uma possível acção militar para restaurar a democracia no país.

Nesta terça-feira, o Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, disse que a presença de mais de 15mil refugiados na Libéria está a sobrecarregar às comunidades anfitriãs.

O Acnur refere estar a trabalhar para suprir as necessidades de refugiados marfinenses em mais de 20 aldeias da Libéria.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud