Relatório aponta aumento do consumo de anfetaminas em Mianmar
BR

22 dezembro 2010

Estudo da ONU revela que tráfico e fabricação de drogas sintéticas, como o ecstasy, se espalham pelo leste e sudeste Asiático.

[caption id="attachment_189270" align="alignleft" width="175" caption="Foto: Unodc"]

Alessandra Ribeiro, da Rádio ONU em Nova York.

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodc, alerta para o crescimento do tráfico de estimulantes à base de anfetaminas em Mianmar, considerado principal fornecedor da Ásia.

De acordo com o estudo, a apreensão de comprimidos naquele país e em outras nações vizinhas triplicou em 2009, em comparação com o ano anterior.

Tráfico

O relatório revela que "grandes quantidades de metanfetamina - um derivado da anfetamina - de alta pureza foram fabricadas em Mianmar."

Entre janeiro e setembro deste ano, somente na Tailândia foram apreendidos 44 milhões de comprimidos. Em Laos, 22 milhões de pilulas foram confiscadas.

A agência da ONU chama a atenção para o aumento do tráfico de drogas sintéticas no leste e sudeste Asiático, que concentra entre 50% e 80% do total de usuários de anfetaminas da região.

O estudo alerta que, apesar da produção em Mianmar estar voltada ao mercado internacional, o consumo interno também está crescendo.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud