Abuso e violência afetam uma em cada três mulheres, diz ONU
BR

24 novembro 2010

Dados foram divulgados para marcar Dia Internacional de Eliminação da Violência contra a Mulher, neste 25 de novembro.

[caption id="attachment_171326" align="alignleft" width="175" caption="Violência contra a mulher"]

Yara Costa, da Rádio ONU em Nova York.*

Dados das Nações Unidas revelam que uma em cada três mulheres no mundo já foi espancada, coagida sexualmente ou vítima de algum tipo de abuso.

O alerta foi feito para marcar o Dia Internacional de Eliminação da Violência contra a Mulher, nesta quinta-feira.

Eventos

A Unesco está organizando uma série de eventos, conferências, exposições, debates e a apresentação de um filme sobre as inúmeras formas de violência contra a mulher e os esforços para combater o problema.

Segundo a diretora-geral da Unesco, Irina Bokova, a violência contra a mulher é uma violação dos direitos e liberdades fundamentais.

Ela disse ainda que qualquer forma de violência é inaceitável.

Paz

Mulheres e meninas que vivem em países afetados por conflitos armados sofrem o risco de serem estupradas enquanto vão buscar água. Foi o que revelou o relatório da ONG Earthscan para o Projeto Milênio da ONU.

O medo de violência sexual também leva à desigualdade de gênero nas matrículas escolares porque muitas familias, em vários países, temem pela segurança das crianças.

Em nota sobre o dia, a alta comissária de Direitos Humanos da ONU, Navi Pillay, perguntou se o mundo não estaria sendo cúmplice da violência a mulher.

Pillay disse ainda que ao ouvir uma mulher gritar porque está sendo agredida, todos devem intervir, seja o agressor um amigo, um vizinho ou alguém da família da vítima.

*Apresentação: Monica Villela Grayley, da R[adio ONU em Nova York.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud