TPI julga recurso sobre detenção de Jean-Pierre Bemba

22 novembro 2010

O antigo líder africano é acusado de crimes de guerra e contra a Humanidade, mas nega as acusações.

[caption id="attachment_173460" align="alignleft" width="175" caption="Jean-Pierre Bemba"]

João Duarte, da Rádio ONU em Londres.

O Tribunal Penal Internacional, TPI, aprecia a partir desta segunda-feira o recurso relativo à detenção do antigo vice-presidente congolês, Jean-Pierre Bemba.

Bemba é acusado de crimes de guerra e contra a Humanidade, mas nega as acusações. O antigo líder africano está preso no centro de detenção do TPI, em Haia na Holanda.

Meses

O caso será apreciado por três juízes, entre os quais a magistrada brasileira Sylvia Steiner.

Prevê-se que o julgamento venha a prolongar-se por vários meses. No final caberá aos juízes pronunciarem-se sobre a culpa ou inocência de Jean-Pierre Bemba.

Crimes

Entre as acusações que pesam sobre Bemba contam-se crimes de guerra e pilhagens alegadamente cometidas na República Centro-africana entre 2002 e 2003.

O ex-vice presidente congolês foi detido em Maio de 2008, em Bruxelas, após a emissão de um mandado de captura pelo TPI.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud