ONU apoia parceria África-Brasil

12 novembro 2010

Banco Mundial afirma que a iniciativa constitui um modelo para a cooperação Sul-Sul; Moçambique é um dos países contemplados.

João Duarte, da Rádio ONU em Londres.

O Banco Mundial anunciou seu apoio à parceria entre o Brasil e África. Segundo o órgão, o objetivo da iniciativa Mercado de Inovação África-Brasil são os setores agrícola e de desenvolvimento no continente.

Segundo o Banco Mundial, esta parceria constitui um modelo para a cooperação Sul-Sul permitindo aos investigadores de ambos os lados trabalharem em conjunto em projetos a fim de melhorar a agricultura africana, a gestão de recursos naturais e a produção de energia limpa.

Recursos

De acordo com o Banco Mundial, o Brasil possui vastos recursos de conhecimentos e provas dadas em todas as áreas de cooperação.

Já foram apresentadas 61 propostas de projetos. Seis delas já estão aprovadas incluindo uma que contempla Moçambique, onde peritos dos dois países vão trocar conhecimentos sobre agricultura e gestão de recursos naturais na África Austral.

Para além de Moçambique, os programas aprovados incluem Togo, Tanzânia, Quénia e Burkina Faso.

Benefícios

Para Pedro Arraes Pereira, presidente da Companhia Brasileira de Pesquisa Agrícola, Embrapa, a parceria entre África e Brasil traz benefícios não só para o continente mas também para o país sul-americano, que poderá aprender com a experiência africana.

Para o Banco Mundial, a agricultura e os negócios derivados do setor têm um enorme potencial de transformação positiva nas vidas dos africanos.

A parceria África-Brasil resultou de discussões no âmbito da cimeira Brasil -África 2010 que teve lugar em Maio passado, iniciativa que levou mais de 20 ministros africanos da agricultura até ao Brasil.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud