Portugal melhora IDH, excepto em igualdade de género

4 novembro 2010

Relatório da ONU sobre Desenvolvimento Humano 2010 revela que país subiu três posições, ocupando o lugar número 40 no ranking sobre o tema, mas as áreas de saúde materna e igualdade de género ainda têm de ser melhoradas, se comparadas com outros países da União Europeia.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova Iorque.*

O Relatório sobre Desenvolvimento Humano 2010 das Nações Unidas revela que Portugal subiu três posições, ocupando agora o 40º lugar do ranking.

Considerado um país de desenvolvimento alto, Portugal está no topo da lista das nações de língua portuguesa.

A melhorar

O relatório mede índices como esperança média de vida, saúde e educação. Este ano, o estudo comemora a sua 20ª. edição sob o tema: "A Verdadeira Riqueza das Nações: Vias para o Desenvolvimento Humano".

As melhores notas de Portugal verificaram-se nos domínios da educação, da esperança média de vida e da saúde. No entanto, o país ainda tem um longo caminho a percorrer para melhorar a saúde reprodutiva, especialmente entre mulheres mais jovens.

A pesquisadora Isabel Pereira falou à Rádio ONU sobre esses progressos.

Género

"Continua a estar com os países de nível de desenvolvimento mais alto. Também existem desigualdades de género, que é uma das outras áreas onde também estamos a fazer novas medições, especificamente na área de desigualdade de género. Onde Portugal perde mais é na saúde reprodutiva. Ainda que o país esteja à frente, existem ainda melhorias a serem feitas em saúde materna e taxa de fertilidade entre adolescentes", explicou.

Neste ano, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, Pnud, mudou a metodologia de composição do relatório. Pela primeira vez, os pesquisadores analisaram os efeitos da desigualdade social.

Dos países de língua portuguesa, Moçambique foi o que obteve a classificação mais baixa no ranking, ocupando a posição número 165 num total de 169 nações.

O país mais desenvolvido do mundo continua a ser a Noruega, seguida por Austrália, Nova Zelândia e Estados Unidos.

*Apresentação: Susete Sampaio, da Rádio ONU em Nova Iorque.

 

♦ Receba atualizações diretamente no seu email - Assine aqui a newsletter da ONU News
♦ Baixe o aplicativo/aplicação para - iOS ou Android
♦ Siga-nos no Twitter! Assista aos vídeos no Youtube e ouça a rádio no Soundcloud